21.2.10

MADEIRA, A INJUSTIÇA DO(S) TEMPO(S)

Injustiça social + incompetência dos governantes + fenómenos da Natureza = ?
Um Abraço aos nossos irmãos da Ilha da Madeira
Mais aqui e aqui

14 comentários:

Marília Gonçalves disse...

SOLIDARIEDADE PORTUGUESES

A todos os cidadãos

é preciso pôr em todos os blogues um APELO às Organizações Humanitárias para que acorram em auxilio ao povo mártir da Madeira e à Pérola do Oceano a Ilha da Madeira

URGENTE

Marília Gonçalves

Marília Gonçalves disse...

EM Dezembro passado Andrade da Silva
avisava dos perigos do "General Inverno" e os efeitos que poderia ter sobre a Madeira
aqui deixo seu aviso que não foi escutado e o link para a continuação do artigo
Marília

GENERAL INVERNO VIVO E PRESENTE:

Desde há muitos anos que, quando chego à Madeira, vejo com preocupação o afunilamento das Ribeiras e a construção de casas em zonas de risco, em terras que pela sua abundância de água têm nomes como Serra de Água. Todavia diziam-me, os que julgam que sabem destas coisas, que a pluviosidade tinha diminuído, e que os Invernos à antiga já não regressariam. Sempre duvidei destas teorias, exactamente porque sou um ignorante impenitente, enfim…
continua aqui:
http://liberdadeecidadania.blogspot.com/2009/12/general-inverno-vivo-e-presente.html

Pierrot le Fou disse...

... É preciso pôr em todos os blogs, uma frase mágica que acorde o povo, par deixar de tolerar ministros e governadores, viciados no dinheiro do povo e na temperatura a que se devem encontrar os salários do mesmo (salários congelados) e que consideram um grande feito, qualquer cêntimo aplicado nas reais prioridades do país! (já os ouvi mais que cem vezes, gabarem-se...)
Devemos também pensar em açoitar esses dirigentes, que ainda vêm com exemplos dos outros países, pela Europa!
Comparemos os salários, segurança social e reformas desses mesmos países...
Mas não é grave! segunda-feira, os homens já estarão a pensar na próxima jornada do campeonato de futebol, as mulheres estarão sentadas a ver telenovela!
(Perdoem-me aqueles que não fazem nem uma coisa nem outra (sim, essa minoria)).

Pierrot le fou

Anónimo disse...

Esqueceste-te da igreja, que também é boa e faz esquecer.

Mendes disse...

Quem aceita o mal sem protestar, coopera realmente com ele.
(Martin Luther King)

Marília Gonçalves disse...

informaçao colhida aqui http://olharaesquerda.blogspot.com/2010_01_01_archive.html


CARTÃO EUROPEU DE SAÚDE

SE VAI VIAJAR, PRECISA DO CARTÃO EUROPEU
DE SEGURO DE DOENÇA.

O modelo do Cartão Europeu de Seguro de Doença é idêntico em todos os Estados Membros. Isto permite aos prestadores de cuidados de saúde em qualquer Estado Membro reconhecerem imediatamente o cartão.O segurado pode então beneficiar de um procedimento simplificado para receber toda a assistência médica que se tenha tornado necessária durante uma estada temporária.

- O Cartão Europeu de Seguro de Doença é um documento que assegura a prestação de cuidados de saúde que se tornem clinicamente necessários durante a estada no território de outro Estado-Membro ou Parte. O cartão não abrange as situações em que a pessoa se desloca a outro Estado com o objectivo de receber tratamento médico.

-Se durante uma deslocação a um Estado-Membro o nacional adoecer deve fazer-se atender nos serviços oficiais de saúde ou convencionados, de acordo com a legislação nacional do Estado-Membro em que se encontra, como se fosse beneficiário do sistema de segurança social desse Estado.
Podem ser titulares do Cartão Europeu de Seguro de Doença:

-Os trabalhadores, inclusive os dos transportes internacionais, os pensionistas e seus familiares que se encontrem abrangidos por um regime de segurança social;

-Os beneficiários de subsistemas de protecção social que tenham assumido a responsabilidade pelos encargos financeiros gerados com os cuidados de saúde prestados pelos titulares do Cartão Europeu de Seguro de Doença.
O Cartão Europeu de Seguro de Doença pode ser solicitado:

- Em Portugal Continental, junto do Centro Distrital de Segurança Social (ou Caixa de Previdência) onde reside ou para onde são canalizadas as suas contribuições, bem como seus Serviços Locais e Lojas do Cidadão;

- Nas Regiões Autónomas, junto dos serviços dos Centros de Prestações Pecuniárias quanto à Região Autónoma dos Açores, e nos serviços do Centro de Segurança Social da Madeira, quanto à Região Autónoma da Madeira;

- Junto do Subsistema de saúde (Instituição responsável pela protecção na doença, por exemplo, ADSE, SAMS, etc...)
O Cartão Europeu de Seguro de Doença é emitido em 29 Estados:

- 25 Estados-Membros da União Europeia (Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Eslovénia, Estónia, Grécia, Espanha, Finlândia, França, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, República Eslovaca e Suécia

- 3 Estados parte do Espaço Económico Europeu (Islândia, Lichtenstein e Noruega)e Suiça.

Para mais informações sobre o Cartão Europeu de Seguro de Doença, poderá consultar o Portal da Saúde do Ministério da Saúde, no endereço electrónico AQUI http://www.min-saude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/saude+em+viagem

Para mais informações sobre viajar na União Europeia poderá consultar o Portal da Saúde da UE AQUI http://www.min-saude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/saude+em+viagem

REQUERIMENTO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA
MODELO DO IMPRESSO

Pode obter o modelo do requerimento http://www2.dq.ua.pt/download/Impressos/Impresso%20do%20CESD.pdf

Marília Gonçalves disse...

sobre Faro
ara desgosto o desaparecimento da nossa ilha e das outras da RIA FORMOSA é-me mais que suficiente para uma dor até ao fim da vida.

BELA RIA a FORMOSA

A Ria
é uma menina
de jogos inocentes
quando é ela quem ama
mas quando nela entra
intimorato
o olhar que a não vê
da magia dos fundos se levantam
medos antigos
tranças de algas, perigos
invisível corrente
que o triste absorto
sorvido de repente
é levado ao magico palácio
donde não volta mais
é um palácio de cristal
facetado a pó de diamante
se alguém o olha
pensa ver a aurora
a esfolhar suas rosas
Ria esmeralda e nácar
de nereidas tão formosas
desse estranho brilhar
onde dilui
a prata e o próprio sol
que nela alui
cada corrente tem os seus segredos
a Ria de múltiplos enredos
estende seus braços de águas e brim
e leva cada incauto ao seu confim.

mas por sua beleza
em movimento
há quem a siga
para além do vento
ouvindo velhos cantos de sereia
a espraiar entre espumas
na areia.

Marília Gonçalves

Desfaz-se o luar na Ria
em fios de prata a boiar
mil estrelas a naufragar
quando chega o fim do dia.

Nessa pálida harmonia
bailados da luz poente
cintilam suavemente.

Murmúrios d'água, segredos
falas antigas e medos
vogam também na corrente.

Marília Gonçalves

Marília Gonçalves disse...

POR TI MADEIRA
Madeira, em 23 Fevereiro. Número de solidariedade 760100999, Divulgue

Marília Gonçalves disse...

SOS Madeira SOS


SE DUVIDAS HOUVER:

Link de um excerto do programa Biosfera, de Abril de 2008, onde se explica tudo o que estava para acontecer na Madeira (mais tarde ou mais cedo):

http://www.youtube.co/watch?v=aTf0h3n




email: "Liberdade e Cidadania" ,

"Andrade Silva [Andrade Silva

Marília Gonçalves disse...

e.mail Governo regional da Madeira gab.vp@gov-madeira.pt; residência . Quinta Vigia, Av. Infante, 9004- 547 Funchal, linha solidariedade:760100999

Pierrot le Fou disse...

O link não leva a lado nenhum.
http://www.youtube.co/watch?v=aTf0h3n

Incompleto?

Marília Gonçalves disse...

http://www.youtube.com/watch?v=aTf0h3nobAs

Marília Gonçalves disse...

A Mala de Pandora
http://nossaspoesiaslibertarias.blogspot.com/

Marília Gonçalves disse...

digno de ser lido pelo testemunho sentido


Muito se está a fazer para reconstruir o que foi levado pelas águas. Muito trabalho, dia e noite, de GRANDES pessoas anónimas para limpar a cidade e as outras zonas destruídas fora do Funchal. Infelizmente, os desaparecidos continuam desaparecidos e quando será que os encontramos? Entre eles está uma jovem (minha aluna) com o seu bebé. Agora até já parece que nada aconteceu, mas é um "nada" com muitas despedidas, com filhos e pais perdidos, com mãos vazias!
Esperemos que com esta tragédia se aprenda alguma coisa, sobretudo no que toca a questões de urbanismo e segurança da população.


https://www.blogger.com/comment.g?blogID=4042488865759147347&postID=3143463957136276660