12.2.10

FACE OCULTA E PROVIDÊNCIA CAUTELAR À LIBERDADE!
(censura prévia?)
FELIZ CARNAVAL A TODOS


Ao abusar da "liberdade" em Portugal, quem violou mais os direitos dos cidadãos?
Jornais?
Governos?
Quem merece uma providência cautelar, por violação dos direitos dos cidadãos?
Jornais?
Governos?
Quem mentiu mais ao povo português?
Jornais?
Governos?

O que será mais grave?
Desobedecer a uma providência cautelar? (desobediência civil)

Violar a Constituição da República e ignorar os direitos dos cidadãos? (Constituição da República, ver aqui)

Jornal Sol e providência cautelar..., ver aqui

5 comentários:

El Matador disse...

A culpa disto tudo é da Gripe A, que não se portou como devia.

Pierrot le Fou disse...

El Matador,
Claro que sim, a gripe da moda. Não devemos esquecer também a falta de vitamina!
Falta de vitamina e de "Sol"...
A cura vem aí! (andam todos à chapada e o povo continua exactamente igual!)

El fou ;)

Anónimo disse...

Sokrátes Sócrates





Sokrátes buscava o Conhecimento. O seu método para alcançá-lo era o diálogo e a humildade de formular todas as perguntas.


Sócrates prefere o Desconhecimento. O seu método para alcançá-lo é o monólogo e a arrogância de calar todas as perguntas.




Um pensamento de Sokrátes - Quatro características deve ter um juiz: ouvir cortesmente, responder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente.


Um pensamento de Sócrates - Quatro características deve ter um juiz: não ouvir escutas, responder obedientemente, ponderar nos riscos que corre e decidir se quer continuar a ter emprego.




Sokrátes provocou uma ruptura sem precedentes na Filosofia grega.


Sócrates provocou uma ruptura sem precedentes na Auto-Estima portuguesa.




Sokrátes tinha um lema: Só sei que nada sei.


Sócrates tem um lema: Eu é que sei.




Sokrátes auto- intitulava-se "um homem pacífico"


Sócrates auto-intitula-se "um animal feroz".




Sokrátes foi condenado à cicuta.


Sócrates foi condenado pelas escutas.




Sokrátes deixou-nos incontáveis dádivas.


Sócrates deixa-nos incontáveis dívidas.

Marília Gonçalves disse...

o Pirilampo e a Cobra



Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um pirilampo. Ele fugia com medo da feroz predadora, mas a cobra não desistia. Um dia, já sem forças, o pirilampo parou e disse à cobra:
- Posso fazer três perguntas?
- Podes. Não costumo abrir esse precedente, mas já que te vou comer, podes perguntar.
- Pertenço à tua cadeia alimentar?
- É logico que não!
- Fiz-te alguma coisa?
- Não.
- Então porque é que me queres comer?
- PORQUE NÃO SUPORTO VER-TE BRILHAR!!!

E é assim .... Diariamente, tropeçamos em cobras!

Anónimo disse...

Você fez algumas observações de primeira lá. Eu considerei na web para a emissão e localizada a maioria das pessoas vai sair junto com junto com seu website.