2.7.09

Demissão de Manuel Pinho ou remodelação do Governo "out of phase"?
(Mentir ao povo sim, pobreza sim,... Gestos na Assembleia não!!)


"Porque choras tu menino?"
-Aquelele menino fez-me uma careta. Buáááááááááááááááááá...
- Pensei que fosse por causa do Estado da Nação...
O jovem ganha um ar sério e pergunta.
- Nação? Qual Nação?
- Esta onde nos encontramos, o nosso país... Não sabias que na Assembleia da República, foi dia para debater o Estado da Nação?
- O que é isso?
- Seria demasiado complicado explicar-te...
- Explique lá!
- Está bem, vou tentar. Sabes o que são políticos?
- Sim, são aqueles que o meu pai costuma chamar de inúteis e de ladrões...
- São pessoas eleitas pelo povo... hum hum... quando vota! Depois, essas mesmas pessoas, falam entre elas e tentam criar leis e projectos para melhorar o país.
- Quem? Os tais inúteis?
- Sim.
- Hoje, o meu pai tinha a televisão ligada e disse que um desses senhores eleitos, fez um gesto muito feio!
- O gesto não foi assim tão feio, até teria certa piada...
- Mas não se deve fazer gestos feios?
- Na Assembleia?... É melhor não... Por lá, tudo é permitido. Todos podem faltar, mentir, falar sem dizer nada, divergir só para divergir, acusar os outros, ser arrogante, ignorar os outros... até fazer caretas!
- Gestos feios é que não?
- Gestos feios é que não!... Dizem que ofende...

No festival de estranhas intervenções a que pudemos assistir hoje, na Assembleia da República Portuguesa, tivemos direito a mentiras (faz parte), um Presidente zangado, interpelações "substantivas", deputados ofendidos e até uma demissão.
As intervenções sérias dos vários deputados que abordaram assuntos prioritários perderam interesse... os senhores do jornalismo que o digam!
...Bravo! Este é o estado da nossa Nação!

Com respeito por todos os deputados da Assembleia da República Portuguesa e Governos remodelados,

Pierrot le fou

8 comentários:

El Matador disse...

Boa revisão. Tá tudo dito.

Pierrot le Fou disse...

Amigo El matador,

Aonde isto chegou...
A recessão será uma depressão na economia, a tristeza da Assembleia, essa está sempre a evoluir.
Para os nossos putos, já temos alternativa ao circo convencional.

Abraço,

Pierrot le fou

Abrenuncio disse...

Quando o dia corre mal a uns cornos a todos.

Anónimo disse...

Caro Pierre le fou, tenho de discordar com parte do texto: "Com respeito por todos os deputados da Assembleia da República Portuguesa e Governos remodelados,.." respeito? nunca!!!! já que intervém desta forma, ond eexerce o seu direito de cidadania, deveria desrespeitá-los da mesma forma que eles - os fdp - não nos respeitam... tenho dito

Marília Gonçalves disse...

Olá VIVA

há um tom para dizer a verdade e um tom para enganar e mentir, o tom com que denunciamos o sofrimento próprio e alheio que resulta da hipocrisia e fingimento vestidos de mentiras traz o tom da revolta que brota espontânea e sem disfarces.
Esse é o tom que usas, com uma ironia que é tua e que faz o estilo da tua escrita
o meu abraço para ti, que desde garoto segues o caminho que traçaste avançando sempre com brio e coragem
tenho orgulho em ti

Marília Gonçalves

Entra sempre com doçura
A mentira, pr’a agradar;
A verdade entra mais dura,
Porque não quer enganar.

António Aleixo

Pierrot le Fou disse...

Caro Anónimo, (11:14)

No respeito ou consideração pelos outros, apresentado aqui no blog,os textos podem até certo ponto, ser enigmáticos e por vezes diparatados...

Percebo a sua reflexão e deixo aqui uma frase que confirma a real intenção de Pierrot le fou:

Desejo a todos os deputados da Assembleia da República Portuguesa, o dobro daquilo que desejam ao povo português...

Abraço,

Pierrot le fou

Anónimo disse...

ah ah ah

influência ou proximidade de Olhão?
Ah Ah Ah
falta a da dor de barriga
Ah Ah Ah

os griséus

El Matador disse...

Não tem nada a ver mas pode ser que gostes.
http://arapongasrockmotor.blogspot.com/2009/07/cannabis-1970.html