18.2.09

Acordo Ortográfico?
Quem consultou os portugueses?


Brevemente, Egípto passará a escrever-se "Egíto"!!!

Então vamos lá tentar perceber. Os egípcios são os...
Egip... O que faz aqui o "p"?
...Aquele que nasce no Egíto (sem "p") é egípcio (com "p"?!!).

Já me "confundiram"!

Deixa-lá ver se percebi:

Eu nasci em Portugal, por isso sou potuguês (sem "r", porque não?).

Quem poderá contestar isto?
Quem decidiu avançar com este vergonhoso acordo?
Serão pessoas, mentalidades ou doenças que decidem?

Vergonhoso e com ar de política, este acordo vibra por simpatia com ridículas iniciativas dos recentes governos que vão conseguindo distrair o povo, definindo mais uma vez, as posições dos "POÍTICOS POTUGUESES" (menos um "L" e um "R") que têm dirigido o nosso país, como no ballet dos criminosos desajeitados, com sede de imoralidade e suja vaidade que mancha todo o já desprezado espectro da imagem interna afixada, no painel da nossa estagnada cultura.

Pierrot le fou (em aCCCCCCção!)

5 comentários:

Anónimo disse...

ora vamos lá a ver: os egípcios nessa altura passaram a ser egícios.
a lingua como ferramenta de comunicação deve ser mutável, pois corre o risco de estagnar e... desaparecer. além de que se simplificar mais gente lhe poderá ter acesso. essa é a razão porque se fala inglês por todo o mundo, pela sua simplicidade. a principio vai ser um pouco esquisito mas tem de ser, além disso os putos de hoje nem vão dar pela diferença.
bem haja.

Post Mortem disse...

muito bom pierre.
bem visto de facto (ou será de fato).

bem haja
hehe

Anónimo disse...

em nome se quantos nomes merecemos pimenta na língua do raio do acento,
progresso do mal falar do mal escrever do não pensar e do pensar mal. falar mal para não dizer mais que má-lingua, que progresso é outra coisa e outra coisa inovar, que regra estipula tais desmandos quando a raiz da palavra o celebrado étimo se mantém, ou criem outra raiz que não quadrada, redondinha como o espanto de cada oh da vergonha se dizer português muito simplesmente
doutos senhores sem mais finalidade que se serem olhados doutos nesse país que herda de Salazar, hipocrisia, maneirismos e falsa utilidade
pobre herança tão farta de pedantismo, num triste Portugal cheio de vazio a procurar os filhos que de pródigos o vão empobrecendo, que até as pobres letras, essas que fazem palavras, que não as que fazem banqueiros, que por umas e outras nos vão despojando do pouco e do povo que temos e somos
aqui d’el-rex publica
aqui oh povo moribundo, vê se acordas!!!

ASSINA O
Imcompreendido?

PEPA disse...

Viva PORTUGAL, Nasci aqui longe em França, mas no meu sangue é PORTUGAL!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Viva Portugal, a mossa lingua e muito rica. A falta de orgulho e que leva as pessoas a venderem o nosso pais, ou mesmo o despresar, que tristeza, a minha mae escreveu me um poema em que diz:
Nasceste aqui longe em França, mas no meu ventre é PORTUGAL!
Viva PORTUGAL, meu pais, meu sangue, meu povo!!! Viva o orgulho de ser portugues!!!