7.1.09

Divagação...
(interpretação ridicula mas sincera...)



(para ler num domingo chuvoso, de preferência, em estado de ressaca.
Experimente misturar Whisky com Vodka, cerveja e Martini com um pouco de Tequila e vinho verde e beba em doses exageradas)

...Não se esqueça, se for conduzir o país, não beba com moderação...
Álcool? decretos-Lei, aqui

Sou um português desesperado (eu não, ele...),
Sofro por falta de dignidade,
Choro por causa de problemas de dinheiro,
Pensar na minha reforma, leva-me a não dormir,
A palavra "jornalismo" faz-me sentir mal,
Nem posso ouvir o adjectivo!
Por vezes, sou obrigado a fazer coisas boas,
Já recebo três reformas mensais, que vergonhosamente
nem tão pouco equivalem a vinte e cinco salários mínimos!
Toda esta desigualdade causa-me dor,
Esforçei-me para aqui chegar,
Por isso, exijo que me respeitem,
Faço a aprovo as leis em meu favor,
Quase que choro a rir mas tenho de fazê-lo escondido,
Sinto-me bem,
Afinal sou deputado ou ministro!
Quatro anos de teatro deram-me direito a uma boa reforma (até mesmo às reformas dos outros).
Os cidadãos têm contribuido para a minha riqueza,
Têm mesmo assim, que se esforçar mais ao fazê-lo!
Eles que chorem,
Os outros (os cidadãos) que façam como eu!
Sejam todos deputados ou ministros,
Ou então, continuem a trabalhar,
A gerar riqueza para os que já são ricos!
(Acaba aqui a divagação, as reformas dos meninos da Assembleia continuam a sair!)

Pierrot le fou

Comentários e queixinhas

Sem comentários: