12.6.08

EURO 2OO8 - Derrota tradicional (tradição é tradição)

PERPÉTUO FUTEBOL EUROPEU
CAPITALISMO 1-0 POVO

O breve relato que poderão ler mais abaixo, nada tem a ver com a realidade.
As entidades aqui citadas não existem, são fruto da criatividade e imaginação dos leitores-interpretadores deste curto texto que não pretende chocar almas sensíveis à existência de pobres cidadãos do mundo.
(Aqui, a “bola” representa o €uro (a moeda) e a “baliza” o grande cofre do Banco Central Europeu)...

- “....O Estado portugês recebe a bola, passa a bola ao Banco de Portugal, o povo não consegue tocar na bola. O Banco e Portugal passa a bola ao Governo, o Governo passa a bola ao Banco de Portugal e o povo não consegue tocar na bola, o Banco de Portugal passa a bola aos Bancos em Portugal, os Bancos em Portugal passam a bola às grandes Empresas, o povo consegue tocar-lhe por por pouco tempo mas perde a bola.
As grandes Empresas passam a bola ao Offshore, Offshore passa a bola à grande Família de Banqueiros, grandes Empresários, e governantes disto e daquilo e amigos, rematam e.......Goooooooooooooooooooooolo!!! ......Golo, Golo, Golo!!!”

(Recomeça):

- “....O Estado portugês recebe a bola, passa a bola ao Banco de Portugal, o povo não consegue tocar na bola. O Banco e Portugal passa a bola ao Governo, o Governo passa a bola ao Banco de Portugal e o povo não consegue tocar na bola, o Banco de Portugal passa a bola aos Bancos em Portugal, os Bancos em Portugal passam a bola às grandes Empresas, o povo consegue tocar-lhe por por pouco tempo mas perde a bola.
As grandes Empresas passam a bola ao Offshore, Offshore passa a bola à grande Família de Banqueiros, grandes Empresários, e governantes disto e daquilo e amigos, rematam e.......Goooooooooooooooooooooolo!!! ......Golo, Golo, Golo!!!"

(e....):

- “....O Estado portugês recebe a bola, passa a bola ao Banco de Portugal, o povo não consegue tocar na bola. O Banco e Portugal passa a bola ao Governo, o Governo passa a bola ao Banco de Portugal e o povo não consegue tocar na bola, o Banco de Portugal passa a bola aos Bancos em Portugal, os Bancos em Portugal passam a bola às grandes Empresas, o povo consegue tocar-lhe por por pouco tempo mas perde a bola.
As grandes Empresas passam a bola ao Offshore, Offshore passa a bola à grande Família de Banqueiros, grandes Empresários, e governantes disto e daquilo e amigos, rematam e.......Goooooooooooooooooooooolo!!! ......Golo, Golo, Golo!!!"

(recicla...)

Pierrot le fou


Sem comentários: