22.10.07

Breve passagem pela democracia

(Obrigado Houaiss)

Todos preparados para mais uma semana de trabalho?
Alegrem-se, os bancos estão abertos, o petróleo continua a regular as nossas vidas e os impostos continuam a aumentar.
É não só um prazer, é antes de tudo uma alegria poder contribuir afogadamente para esta causa constante denominada de Liberalismo Europeu.
Liberalismo porque estamos na era democrática....democrática?...
”Democracia: governo do povo; governo em que o povo exerce a soberania (primeiro significado entre outros, encontrado no Dicionário Houaiss, p. 1213).“ Esperem, eu falei em liberalismo?... Liberalismo: doutrina cujas origens remontam ao pensamento de Locke (1632-1704), baseada na defesa intransigente da liberdade individual, nos campos económico, político, religioso e intelectual, contra ingerências excessivas e atitudes coercitivas do poder central (primeiro significado entre outros, encontrado no dicionário Houaiss, p.2270).
Contra ingerências excessivas, e atitudes coercitivas do poder central!... Tem esta frase por um lado, um ar de poesia e por outro um género até formal, mas já que só de poesia nem o poeta sobrevive, e que de formalidades poucos querem saber, acabemos então por aqui, e deixemos um especial cumprimento ao sr. Doutor Petróleo, ao sr. Doutor Euro, e ao sr. Doutor Imposto, dedicando-lhes este grito de entusiasmo, incentivo e pressão, que a todos os que só de longe cumprimentam e convivem com a riqueza, é dirigido: "Trabalhai, trabalhai porque o vosso trabalho alimenta e enriquece ainda mais os oportunistas comodistas que não se revêm em vós e que vos ignoram..."

Pierrot le fou

4 comentários:

Ricardo disse...

Viva o laissez faire, laissez aller, laissez passer...
menos mal que ainda nao se paga imposto para tocar guitarra.

Abraço
Ricardo

pedro oliveira disse...

Hoje, também, referi a democracia, a democracia de Chavez vista pelo João Miranda.
Parabéns pelo «blog»

Marília Gonçalves disse...

o que é a Democracia vista hoje
quem se está a servir dela? e não a põe a uso do Povo Rei
que afinal é o que quer dizer República, não é?

vão dar uma olhadinha, e vamos começar a fazer mexer as coisas em Portugal, afinal somos filhos de gente: Trabalha-se, paga-se impostos, tem que haver direitos também, senão adeus democracia
Marília Gonçalves

http://avenidadaliberdade.org/home#

NA MANCASAÚDE DO SNS ,FICÇÃO E REALIDADE SÃO UMA E UMA SÓ COISA,
PORQUE O SNS ESTAVA E CONTINUAR A ESTAR ( PODE AINDA TER FICADO MAIS)
NA ZONA DE REBENTAÇÂO, ONDE, TODOS OS SONHOS MORREM,
E OS PESADELOS ESMAGAM OS QUE TÊM DOR.


SAÚDE:

http://videos.sapo.pt/Jqim3j5WTIg9lCb2lpf4

Marília Gonçalves disse...

"O pior analfabeto é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão,
do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio
dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia
política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta,
o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista,
pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo."
Nada é impossível de Mudar
"Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo.
E examinai, sobretudo, o que parece habitual.
Suplicamos expressamente: não aceiteis o que é de
hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem
sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente,
de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural
nada deve parecer impossível de mudar."
Privatizado
"Privatizaram sua vida, seu trabalho, sua hora de amar e seu direito de pensar.
É da empresa privada o seu passo em frente,
seu pão e seu salário. E agora não contente querem
privatizar o conhecimento, a sabedoria,
o pensamento, que só à humanidade pertence”

Bertolt Brecht